Motivos como inflação, desemprego e desmonte de Políticas Públicas explicam o retorno do país ao Mapa da Fome.

Reportagem do portal AUPA, voltado à cobertura crítica do ecossistema de impacto social, destaca que motivos como inflação, desemprego e desmonte de políticas públicas explicam o aumento da fome no país.

Em entrevista, Luciana Chinaglia Quintão afirma que “a infraestrutura social, política e a economia são fracas, o que colabora para o atual quadro”. Sobre dados da Rede Penssan que revelam que o Nordeste é a região mais afetada, com 7,6 milhões de pessoas em estado de insegurança alimentar, Luciana afirma que “o Nordeste é um país dentro do Brasil”.

Confira a íntegra da reportagem em: https://aupa.com.br/retrato-do-aumento-da-fome-no-brasil/

EnglishPortuguese