Vídeos são iniciativa da ONG Banco de Alimentos, que quer conscientizar sobre desperdício.

SÃO PAULO

A ONG Banco de Alimentos lança nesta semana uma série de vídeos com depoimentos de pessoas que lidam diariamente com a pobreza e a fome. O projeto “Alimentando Histórias” busca conscientizar sobre a insegurança alimentar e engajar apoiadores na causa.

primeiro episódio apresenta Lea de Oliveira, moradora do Jardim Elvira, em Osasco (SP). “Eu vivo na periferia há 44 anos. É idoso passando fome, é mãe buscando ajuda”, diz a técnica de suporte à internet, cozinheira e boleira. “A fome chega arrebentando e dói.”

Léa Fernanda de Oliveira, moradora do Jardim Elvira, em Osasco, é personagem do primeiro episódio da série ‘Alimentando Histórias’ – Divulgação/Banco de Alimentos

Para Luciana Chinaglia Quintão, fundadora e presidente da ONG Banco de Alimentos, o problema é secular no país. “A fome mata e constitui-se em um abuso social, uma vez que impede o desenvolvimento físico e mental de um ser humano e o exclui da sociedade”, afirma.

A série “Alimentando Histórias” é realizada em parceria com o Rabobank, banco voltado ao agronegócio.

“Com espírito cooperativo, trouxemos nossos colaboradores para fazer parte deste movimento que, mais do que ajudar quem está passando fome, faz um convite para que mais pessoas e empresas se juntem a esta causa”, diz Fabiana Alves, diretora executiva de clientes corporativos no Brasil.

O primeiro capítulo está disponível no site da ONG e os próximos serão anunciados em breve.

Leia mais em: https://www1.folha.uol.com.br/empreendedorsocial/2021/10/webserie-apresenta-depoimentos-de-quem-vivencia-fome-e-desigualdade.shtml

EnglishPortuguese