Folha de S. Paulo – Preferência política não deve ser questionada, dizem projetos que doam alimentos

Em entrevista à Folha de S. Paulo, sobre o caso do bolsonarista que negou marmita à eleitora de Lula, a fundadora e presidente da ONG Banco de Alimentos, Luciana Quintão, avalia que as pessoas deveriam ser mais bem educadas em relação à realidade que as cerca, conhecer a questão da fome e como mitigá-la. Na ONG Banco de Alimentos, todos os seres humanos são tratados com respeito: “Não tem preconceito em relação a ideologia política, religião ou cor. A orientação é seguir padrões sociais no sentido de dar comida a quem tem fome”, diz.

Para Luciana, ”há equívocos de todos os lados. Esse, por acaso, era bolsonarista, mas há erros de outros partidos também”. Ela acredita que a fome, fruto de gestão pública não eficaz, definitivamente não deveria estar há tanto tempo no quadro da realidade brasileira e cabe a toda a sociedade mudar esse cenário.

Leia mais em: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2022/09/preferencia-politica-nao-deve-ser-questionada-dizem-projetos-que-doam-alimentos.shtml

Outros Posts ONG BANCO DE ALIMENTOS

drasticamente. (1)

Apoio ao combate à fome caiu drasticamente.

Com a flexibilização de medidas da pandemia e a vinda das eleições, pouco se falou sobre o tema fome e a consequência disso foi a drástica redução de doações. Diante…

Arrecadação Outubro

  Ao longo do mês de outubro, mais de 25 no mil pessoas em situação de vulnerabilidade social foram beneficiadas pela entrega de mais de 127 toneladas de alimentos. Na…
arrecadação setembro

Arrecadação Setembro

Ao longo do mês de setembro, mais de 28 mil pessoas em situação de vulnerabilidade social foram beneficiadas pela entrega de mais de 75 toneladas de alimentos. Foram distribuídas 914…
EnglishPortuguese