Folha de S. Paulo – Preferência política não deve ser questionada, dizem projetos que doam alimentos

Em entrevista à Folha de S. Paulo, sobre o caso do bolsonarista que negou marmita à eleitora de Lula, a fundadora e presidente da ONG Banco de Alimentos, Luciana Quintão, avalia que as pessoas deveriam ser mais bem educadas em relação à realidade que as cerca, conhecer a questão da fome e como mitigá-la. Na ONG Banco de Alimentos, todos os seres humanos são tratados com respeito: “Não tem preconceito em relação a ideologia política, religião ou cor. A orientação é seguir padrões sociais no sentido de dar comida a quem tem fome”, diz.

Para Luciana, ”há equívocos de todos os lados. Esse, por acaso, era bolsonarista, mas há erros de outros partidos também”. Ela acredita que a fome, fruto de gestão pública não eficaz, definitivamente não deveria estar há tanto tempo no quadro da realidade brasileira e cabe a toda a sociedade mudar esse cenário.

Leia mais em: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2022/09/preferencia-politica-nao-deve-ser-questionada-dizem-projetos-que-doam-alimentos.shtml

Outros Posts ONG BANCO DE ALIMENTOS

rony-meisle-e-alexandre-birman_1_33666

Estado de Minas – Gestão com propósito

Em entrevista ao jornal Estado de Minas (04/09), Rony Meisler, cofundador do Grupo Reserva e CEO da AR&Co, destaca o projeto 1P5P de combate à fome, desenvolvido com a ONG…
crianças

OBA e escolas juntas para um mundo mais sustentável.

 ONG Banco de Alimentos mobiliza crianças e jovens nas escolas para atividades relativas ao Dia Mundial da Alimentação, em 16 de outubro.   811 milhões de pessoas vivem em estado…
EnglishPortuguese