Na última sexta (22), acompanhamos a entrega de 162 cestas na Aldeia Tekoa Pyau, localizada no Pico do Jaraguá, zona norte de São Paulo.

Nesta Aldeia, há cerca de 162 famílias de indígenas, algumas possuem mais de 5 filhos. Na cultura indígena, os homens são responsáveis pelo trabalho braçal, cuidando das roças e matas de sua aldeia, as mulheres se ocupam mais da cozinha, do plantio e da limpeza dos entornos. Os recursos básicos como energia elétrica, água potável e saneamento ainda são muito precários, e mesmo com a pandemia, pouco se vê pessoas de máscara, na verdade por uma questão até cultural. Se para eles já era difícil arrumar formas de sustento, com a crise sanitária e aumento do desemprego, tornou-se ainda mais difícil conseguir alimento.

O trabalho da ONG Banco de Alimentos é tentar garantir o mínimo de alimentação para que um ser humano consiga se desenvolver e ser capaz de estudar, trabalhar e lutar para ter acesso aos seus direitos. Atualmente, nós atendemos 42 entidades através da Colheita Urbana e inúmeras outras que recebem apoio através de cestas básicas e cartões vale alimentação.

EnglishPortuguese