Imagem: Pixabay
Imagem: Pixabay

Hoje é o Dia de Sobrecarga da Terra. Essa data marca o período em que a humanidade consmiu todos os recursos naturais que o planeta é capaz de renovar ao longo de um ano, o que representa a escassez de alimentos, erosão do solo e acúmulo de CO2 na atmosfera.

Em 2021, a humanidade excedeu sua cota anual de recursos regeneráveis em 29 de julho, utilizando 74% mais de recursos do que a natureza consegue recuperar, três semanas antes do que em 2020. Para satisfazer todas as nossas necessidades de consumo, seriam necessárias 1,7 Terras. Nos próximos 5 meses o planeta opera em déficit, e de acordo com a projeção do Banco Mundial, para manter o estilo de vida, em 2050 seriam necessários 3 planetas.

E o que você pode fazer para ajudar o Planeta?
Cada pessoa pode colaborar para diminuir o seu impacto negativo no meio ambiente com pequenas ações cotidianas.

NA COZINHA NÃO DESPERDICE ALIMENTOS
– Para evitar que alimentos estraguem, antes das compras no mercado, planeje o cardápio semanal e prepare uma lista. Verifique o que você já tem em casa e compre o necessário.

– Organize sua geladeira e a despensa, de forma que os alimentos fiquem visíveis. Coloque na frente ou em cima os mais antigos e atrás ou embaixo os mais recentes, sempre respeitando sua data de vencimento.

– Para evitar desperdício, aproveite os alimentos integralmente: ou seja, utilize sementes, talos, folhas e cascas nas receitas. Essas partes podem ser nutritivas e ricas em fibras.

– Dê preferência a frutas, verduras e legumes da época. Eles são produzidos em condições climáticas “ideais” para o seu crescimento, o que reduz a necessidade de aplicação de agroquímicos, por isso, muitas vezes, menos impactantes para a saúde dos solos e dos recursos hídricos, por exemplo.

NA SALA E NO QUARTO

– Substitua as lâmpadas incandescentes e fluorescentes por lâmpadas de LED. Uma LED dura em média 16 anos, 5 vezes mais que uma lâmpada fluorescente compacta. Apesar de ser mais cara, a LED dura muito mais e consome metade da energia.

– Não deixe a TV ligada à toa. Se todos os brasileiros desligarem uma TV 1 hora por semana, a eletricidade economizada em 1 mês seria suficiente para abastecer o consumo de energia mensal das cidades de Votuporanga e Registro (SP), com seus quase 150 mil habitantes.

– Ao sair de um ambiente, não se esqueça de apagar a luz. É importante ressaltar que esta prática vai além da economia de energia, pois também aumenta a vida útil das lâmpadas.

QUARTO

– Organize bem o seu guarda-roupa e saiba quais peças você tem. Se ficarem entulhadas e “escondidas”, acabam por não ser usadas. Troque, doe ou venda aquelas que você não quer mais.

NO BANHEIRO

– Desligue o chuveiro enquanto se ensaboa ou lava os cabelos. Numa casa, os banhos com chuveiro elétrico são um dos maiores gastos com energia elétrica. Um chuveiro gasta a mesma energia que 54 TVs ligadas ao mesmo tempo. Se cada um dos brasileiros diminuísse em apenas 1 minuto o seu tempo diário de banho no chuveiro elétrico, a energia economizada em um ano equivaleria a mais de 10 dias de operação da usina de Itaipu, a maior usina hidrelétrica do Brasil, em sua geração máxima.

ÁREA DE SERVIÇO

-Acumule o máximo de peças possível para usar a máquina de lavar e passar. Isso ajuda a economizar energia e água.

-Se possível, pendure em cabides as camisetas, camisas e blusas para que elas sequem e desamassem naturalmente. Dependendo do tipo de tecido, a peça pode até dispensar o ferro de passar e ir direto ao guarda-roupa.

NA GARAGEM

– Sempre que possível, evite o uso do transporte privado individual. Prefira o transporte público, a bicicleta ou uma caminhada, pelo menos em alguns trechos; se precisar mesmo pegar o carro, procure coordenar caminhos para dar ou pegar carona e otimizar o uso do veículo.

EnglishPortuguese